Tudo sobre Angkor Wat

dicas de viagens

Eu particulamente sempre adorei destinos relacionados a arqueológia e religiosidade, por isso apaixona-se por cada detalhe do Angkor Wat era algo previsível. Para quem não nunca ouviu falar o Angkor Wat é conglomerado de templos que fica em Siem Reap, Camboja. O lugar foi centro do império Khmer que governou a maior parte do Sudeste Asiático. A civilização deixou um patrimônio histórico extremamente imponente, com templos incríveis, que foram construídos entre o século 9 ao 14, uma área enorme com mais de 400 m2. Existe um antigo projeto de restauração dos templos que estão em andamento até hoje, grande parte já recuperado, adaptado ou em andamento. Também é possível ver a adaptação da natureza que se enraizou entre as grandes pedras formando paisagens surreais e belas. Desde 1992 foi declarado pela UNESCO Patrimônio da Humanidade. Se você quer saber mais sobre a história e a gigantesco projeto de abastecimento de água do complexo Angkok, recomendo assistir ao documentário no youtube Secrets of Angkor.

Os templos mais populares são Angkor Wat, Bayon, Ta Phrom, e Angkor Thom.

O Pass Angkor ( Ticket )

Para entrar no Parque Arqueológico de Angkor, é necessário comprar um Pass que permite visitar todo o complexo de templos, a única coisa que você de decidir é em quanto tempo você deseja fazer isso e quantos templos você pretende visitar. Antigamente eram vendidos na entrada principal do Angkor Wat( isso mudou recentemente) era uma terceirizada, agora o governo assumiu a administração, e as vendas ficam em local enorme e moderno, do lado do Angkor National Museum, se você vai de tuk tuk não se preocupe pois eles já sabem extamente onde ir, caso vai sozinho lembre-se desse detalhe, pois como a mudança é recente existem muitos mapas e informações que se rementem ao antigo ponto de venda, veja aqui localização do google maps.

Você deverá comprar o pass pessoalmente, pois o bilhete terá sua foto, eles tiram e imprimem na mesma hora. Guarde bem o ticket pois, ele será solicitado várias vezes durante seu percurso.

São oferecidas três opções de tickets, um dia (US$20),três dias (US$40) ou sete dias(US$60).

O Horário de visita para grande maioria dos templos é de 7:30 as 5:30( exceto Angkor Wat e Sras Strang que abrem de 5:00 AM - 5:30PM, Pre Rup e Bakheng que são de 5:00 AM-7:00PM . Esses detalhes vão está escritos no verso do ticket.

Minha recomendação é o Pass para 3 dias, onde você poderá visitar mais calmamente, e aproveitar melhor as visitas sem correria e exaustão.

Veja abaixo um video importante com detalhes de como se comportar nos templos, confesso que cometi a infração de sentar na janela para tirar foto, se eu tivesse visto esse video antes jamais teria feito, mas já que fiz a prova do erro está na foto no fim do post.

Como Chegar ao Angkor?

O Angkor fica a mais ou menos 8 km do centro comercial de Siem Reap, porém existem distâncias consideráveis entre os templos, por isso recomendo usar algum meio de transporte, seja ele bicicleta, scooter, tuk tuk ou até mesmo carro ou mini van. Caso opte por bicicleta, scooter ou carro alugados, é interessante que esteja bem orientado e com GPS de preferência para curtir o circuito direitinho.

Mas se você optar por tuk tuk ou minivan, não vai precisar se preocupar com direções ou coisas do tipo pois os motoristas te deixam na porta do templo e te esperam na saída, então é bem simples.

Existem dois roteiros principais que são o small e o Grand Circuit, mas claro você pode combinar com o motorista suas prioridades.

Small Circuit, engloba os seguintes templos: Angkor Wat, Bayon, Ta Keo, Ta Prohm e Banteay Kdei, sendo um total de 17km que são realizados em uma média de 6 horas.

Grand Circuit, engloba Angkor Wat, Bayon, Ta Keo, Ta Prohm e Banteay Kdein (todos do small circuit) + Preah Khon, Ta Som,Neak Pean e Pre Rup, sendo um total de 26 km, geralmente realizado em 8 horas.

O small Circuit representa muito bem a região, e nele estão inclusos os maiores e mais populares templos que são Angkor Wat, Bayon, Ta Phrom, e Angkor Thom.

Onde Comer?

Existem algumas barracas vendendo comida e lanches no trajeto, mas o lugar com concentração maior foi próximo o Templo Bayon, onde tinha vários restaurantes locais e banheiros.

Dicas de comida local | LOK LAK BEEF 

O Lok Lak Beef é um prato popular em Camboja. E um beef geralmente cortado fininho e mergulhado em um molho contendo suco de limão, sal, pimenta e outras especiarias. Geralmente vem acompanhado de arroz ou chips (batatas fritas) , ovo frito e salada. É simplesmente delicioso, vale a pena experimentar.

Em todos os posts sobre Cambodia dou dicas de pratos locais e coisas relacionadas as a culinária que achei interessante, por isso não deixe de ver os outros posts.

Lembre-se de :

- Acordar antes do nascer do sol e assistir ao amanhecer no Angkor Wat - Este o maior templo e de onde surgiu a inspiração para o nome do complexo. Geralmente esse é o primeiro templo a ser visitado, cruze o portal e assista o nascer do sol em frente a um pequeno lago que reflete uma especie de espelho dágua, onde são feitas as clássicas fotos do amanhecer no Angkor Wat, garanta a sua!

- Sorrir para as várias faces de Avalokiteshvara no Bayon - Com suas 54 torres e 216 faces de Avalokiteshvara, recomendo visitar esse templo pela parte da manhã, logo após o nascer do sol ou no final da tarde, quando o sol brilha sobre os rostos, dicas para fotos legais.

- Conheçer o lado selvagem do Ta Prohm – Esse templo ainda coberta por árvores e raízes expostas, segundo o guia preservaram o lugar assim pois perceberam que isso atraia mais turistas. Ta Prohm torna fácil imaginar como todo o complexo parecia quando foi re-descoberto no século 19. Essa porta da foto é famosa, e encontramos até fila por lá.

- Visitar o Terraço dos elefantes - Um terraço com 1.000 pés de elefantes. Foi usado como um mirante de durante as cerimônias públicas. Sugiro visitar tarde ou cedo para evitar as multidões;

- Ver a delicadeza dos detalhes do Banteay Srei- O nome significa "A cidade das Mulheres" e se refere ao tamanho e delicadeza da decoração no complexo.

- Visitar o Preah Khan onde o saber era compartilhado - Preah Khan é um dos maiores lugares no complexo do templo de Angkor. Não só foi um templo importante, mas também parece ter sido uma grande universidade budista da época. Ele se manteve praticamente sem restauração, é repleto de árvores e raízes que crescem entre as ruínas.

- Tomar um banho no Srah Srang - Conhecido como 'The Royal Baths', este local era dos principais pontos de banho para todos na área. Hoje é o lugar popular entre as crianças locais para nadar, infelizmente quando estivemos lá estava quase seco, mas ainda assim é um lugar interessante pela sua simbologia.

Veja algumas cenas do filme Tomb Raider estrelado por Angelina Jolie, onde aparecem várias cenas no feitas no Angor Wat!

Dicas pré-templos:

- Vista, ou leve uma blusa que cubra os ombros extra na bolsa, pois eu quase fui barrada no Bayon pois eles não aceitam scarfs;

- Leve bastante água, protetor solar, óculos e boné! 

- Combine direitinho com o motorista do tuk tuk onde ele vai te esperar, pois ao sair dos templos confesso que nos sentimos meio perdidas; 

Bem, essas foram as dicas do Bula de Viagens! Deixe suas dúvidas e contribuições nos comentários desse post, ficamos muito felizes com a interação com nossos leitores! Leia os outros posts sobre nossa visita a Camboja, clicando aqui.

Deixe seu comentário