PHNOM PEHN, O QUE FAZER NA CAPITAL DO CAMBOJA?

dicas de viagens
Phnom Pehn, Camboja

Enquanto em Siem Reap vimos os templos de Angkor, Sihanoukville aproveitamos as belas praias e ilhas, em Phnom Penh, o que mais atrai visitantes são os museus e memorias que contam a história do massacre da população cambojana durante o regime do Khmer Rouge.

Os planos iniciais eram ficar mais tempo em Phnom Pehn, o que aconteceu é que nos deixamos levar pelas belezas de Sihanoukville e suas ilhas e atrasamos o nosso roteiro, mesmo com pouco tempo para explorar a conseguimos fazer tudo que planejamos na capital do Camboja. Leia esse post saiba detalhes da nossa passagem pelo lugar que me fez chorar diversas vezes, mas mesmo assim não pode faltar em seu roteiro no Camboja.

Leia os posts sobre nossa passagem por Sihanoukville:

COMO CHEGAR A PHNOM PENH ?

ÔNIBUS: Nos viajamos de ônibus de Sihanoukville para Phnom Penh, mas independente de onde esteja certamente não terá problemas para chegar a Phnom Penh de ônibus ou minivan. Nossa sugestão é fazer essa vigem a noite se possível, certamente será bem mais rápido devido a ausência de transito. Usamos a Giant Ibis, os ônibus são confortáveis, possuiem wifi, exibem filmes em inglês e ainda oferecem um lanche no caminho, custou apenas 10 US$ e a viagem durou 5 horas, ao chegarmos na rodoviária pegamos um tuk tuk que nos cobrou $3 para nos deixar no Hostel onde havíamos reservado.

AVIÃO: Se você vai chegar no Aeroporto internacional é bastante simples, um taxi vai custar algo em torno de US$ 15 e uma média de 30 minutos para chegar ao centro dependendo do trânsito.

ONDE NOS HOSPEDAR?

Nos ficamos no One Stop Hostel, na área " River Side ", que é a mais famosa zona turística ao longo do Rio Tonle Sap . Além de 3 minutos a pé da estação de ônibus e o Nigth Market. A diária custa apenas $8 a diária.Clique aqui é faça sua reserva no booking, e a hospedagem só é paga no check in ao chegar no local reservado. Reservando no link, você não pagará nada extra por isso e estará contribuindo com a continuidade do bula de viagens.

O QUE FAZE REM PHNOM PENH?

Toul Sleng Genocide Museum (S-21): 

Os atuais edifícios do museu costumava ser uma escola secundária até 1975, quando o regime do Khmer Rouge transformou na Prisão de Segurança 21 (S- 21). As antigas salas de aula foram transformadas em celas de prisão e câmaras de tortura . Os edifícios foram envolto em arame farpado eletrificada e ainda é possível ver marcas de sangue,objetos de tortura e sentir toda a atmosfera pesada que aquele ambiente representa. 

Acho extremamente válida utilização do audio guia. Achei extremamente bem elaborado , incluindo não apenas informação histórica factual , mas também depoimentos de poucos sobreviventes, é possível optar pela versão em inglês e espanhol.

Um dos edifícios ainda mante-se como foi anteriormente, com redes de arame farpado que impedia que os presos cometessem suicídio

Entrada US$ 6 com audio guia e US$ 3 sem .

Horário de funcionamento de 8:00 am - 17:30 pm

Escutar os depoimentos extras oferecidos pelo audio guia, são muito tocantes. 

Killing Fields: é um dos mais conhecidos entre os milhares de lugares em todo o país onde o Khmer Rouge que torturou e matou quase 1/3 da população do Camboja, uma história recente e devastadora. Esse foi sem dúvidas o lugar mais comovente que já visitei em todos esses anos de viagem, não tem como ir até lá e não sair emocionalmente devastada, sabendo que milhares de pessoas inocentes morreram ali entre mulheres, crianças e idosos. Um experiência única e necessária. Fica a 14 km do centro da cidade, sendo um dos principais focos turísticos da capital.

Phnom Penh, Camboja

Estufa que preserva crânios e ossos, construída em memoria as milhares de pessoas que morreram injustamente.

Phnom Penh, Camboja

Crânios das pessoas mortas durante o regime Khmer Rouge.

            Entrada US$ 6              com audio guia.

Horário de funcionamento de 8:00 am - 17:00 pm

Do lado esquerdo próximo a saída existe uma sala onde é possível assistir a um documentário.  

Wat Phno: 

É um maravilhoso templo budista que fica no topo da única colina da cidade coberta. A entrada principal Wat Phnom é através da escadaria grande, e o corremão e escupido com leões e cobras que representam a proteção do lugar . Hoje, muitas pessoas vão até o Wat Phnom para rezar e fazer pedidos, geralmente quando o pedido é realizado as pessoas voltam e deixam guirlandas de flores e oferendas como forma de agradecimento.

Phnom Penh, Camboja

O interior do templo é todo decorado em tons marrons.

            Entrada US$ 2              com audio guia.

Horário de funcionamento de 8:00 am - 18:00 pm

Assista ao por do sol!

National Museum of Cambodia: É o maior museu do país, e possui um grande acervo histórico, cultural e arquiológico O Museu é bastante interessante mas se você já visitou Toul Sleng Genocide Museum , S-21 e foi ou vai Angkor Wat, pode pular essa opção.

            Entrada US$ 5             

Horário de funcionamento de 8:00 am - 17:00 pm

Visite o site para detalhes 

Wat Lanka:

O templo desempenha um papel importante no Budismo do Camboja e foi usado como um armazém durante ao regime Khmer Rouge, portanto é possível ver alguns dos danos causados a estrutura do templo. Está localizado na Preah Sihanouk Blvd, ao sudoeste do Monumento da Independência.

Phnom Pehn, Camboja

Vista exterior do Templo.

Gratuito, porém é possível fazer doações.

Horário de funcionamento de 8:00 am - 17:00 pm

Aos domingos 8:30 am tem meditação aberta ao público no segundo andar do templo.

Independence Monument : Próximo ao Wat Lanka Templo. Simboliza a independência de Camboja da França em 1953. Fica bem no Centro da cidade, é extremamente bonito e imponente.

Phnom Pehn, Camboja

            Gratuito        

O monumento fica ao ar livre em uma praça.

A noite com a iluminação é bem mais interessante.

Jantar com vista para o Rio Tonle Sap : O River side é uma área turística que fica as margens do rio Tonle Sap . Há vários bares e pubs , uma variedade de restaurantes, sendo um lugar perfeito para experimentar a comida local e beber umas cervejas. E possível fazer passeios de barco, ou jantar em cruzeiros requintados. 

Phnom Pehn, Camboja

Frango banhado a um molho apimentado.

Pagamos algo  em torno de US$ por uma refeição e     US$  0,50 pela cerveja.       

Os restaurantes e bares ficam abertos até tarde.

Experimente algo local: um Amok (um tipo de curry) ou Lok Lak Beef  são minhas sugestões.

Visitar o Nigth Market: Está localizado de frente para o rio e oferece uma ampla e variedade de artesanato cambojano, sedas, arte , roupas e souvenirs. Mas atenção,  só está aberto de quinta a domingo.

Phnom Pehn, Camboja

Portal de entrada do Night Market.

Com pouco dinheiro você faz festa de compras!      

A partir das 6 pm até 12 pm

Aproveite para experimentar os doces locais.

Como foi nosso roteiro em Phnom Penh? 

Nosso roteiro teve duração de 1 dia e meio, contratamos um tuk tuk por 20 US$ e visitamos o Toul Sleng Genocide Museum, Killing Fields, Wat Phno, Wat Lanka. Com ficamos hospedados no Hostel One Stop que é super bem localizado, a noite não gastamos com transporte,  e fomos andando ao Independence Monument (5min do hostel) depois seguimos para o Rio Tonle Sap (3 minutos do hostel) e depois visitamos o Nigth Market que fica do lado do Rio.

No dia seguinte visitamos o National Museum of Cambodia, e seguimos de ônibus para Siem Reap.

Deixe seu comentário